Olá Moçambique

ocupar o tempo com o que se passa em Moçambique

Fornecedores locais aderem à Linha de Crédito BCI Negócios SASOL

Realizou-se, na quarta-feira, 6 de Outubro de 2021, um encontro em formato virtual (Webinar), visando à dinamização da Linha de Crédito BCI negócios SASOL, à qual estão a aderir, em número considerável, fornecedores locais.

Promovida e disponibilizada numa parceria entre o BCI e a SASOL, esta Linha, inserida no âmbito do Programa de Conteúdo Local, e com créditos onerados a taxas fixadas em 10,5%, tem como objectivo potenciar as Pequenas e Médias Empresas (PMEs), com principal enfoque para as localizadas na província de Inhambane, mas também às outras ao longo do país.

Para além dos parceiros, no Webinar participaram empresários, fornecedores e potenciais fornecedores que, de forma interactiva, tiveram a oportunidade de aprofundar o seu conhecimento sobre a Linha, partilhar experiências e dar mais contributos.

O Director Comercial do BCI na região de Inhambane, Faizal Faquirá, referiu que se trata de “uma Linha de conteúdo local muito esperada pelos empresários da província de Inhambane” e anunciou que “alguns já começaram a aderir. Temos a indicação de outros potenciais clientes que vão aderir e beneficiar das vantagens proporcionadas”. E acrescentou: “sabemos, muitas vezes, que para fornecer serviços a terceiros precisamos de ter liquidez. Encontrou-se esta forma de potenciar as nossas empresas com vista a terem alguma antecipação do lado do Banco e conseguirem avançar com as suas actividades, fornecendo serviços, honrando os seus compromissos e continuando a produzir riqueza”.

Já para o Director Central da área de retalho e empresas, do BCI,George Mandawa “o acesso ao financiamento é um dos grandes desafios que há no mercado, nos programas de conteúdo local. E é para responder a este desafio que em parceria com a SASOL disponibilizamos esta solução. Dentro desta temática de acesso, uma das componentes, e a principal, tem a ver com o preço do dinheiro” – disse e prosseguiu: “quanto custa ao empresário obter dinheiro na banca comercial, o que chamamos taxas de juro? Temos no mercado uma taxa de referência que é o prime rate(18,9%), e sobre esta é aplicado um spreadque, em regra geral para pequenas e médias empresas, situa-se num intervalo entre 4 e 6%. Portanto, a taxa de 10,5% aprovada para esta Linha representa menos de metade daquilo que está a ser praticado no mercado”. Num outro desenvolvimento, Mandawa apontou a questão da própria acessibilidade: “quão difícil é para o empresário e o empreendedor aceder ao crédito bancário? Sempre que se aborda esta temática, fala-se geralmente das dificuldades, das exigências, da burocracia, entre outros. É neste quadro que encontrámos, com o nosso parceiro, formas de facilitar o acesso ao crédito. Portanto, processos de análise e de decisão muito específicos resultam nos tempos de resposta recorde, desde que haja toda a informação completa prestada pelo candidato. Os tempos de concessão são extraordinários, comparados com as práticas de mercado. E nós fazemos isso de uma forma que nos distingue. Fazemos com equipas locais, somos o Banco Daki” – concluiu.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Informação

This entry was posted on 13 de Outubro de 2021 by in Moçambique.

Navegação

Enter your email address to follow this blog and receive notifications of new posts by email.

Junte-se a 3.122 outros seguidores

Arquivos

%d bloggers like this: