Olá Moçambique

ocupar o tempo com o que se passa em Moçambique

Laurentina Preta: A melhor cerveja preta de África

A Laurentina Preta, uma marca da Cervejas de Moçambique (CDM), acaba de ser reconhecida com o Prémio de Qualidade para a Melhor Cerveja Preta de África, nos African Beer Awards, uma gala internacional que distingue as melhores cervejas de África.

O evento, organizado em finais de Março pelo Institute of Brewing and Distillery (IBD), contou com especialistas da área das cervejas de 3 continentes, com um total de 500 anos de experiência entre eles, e avaliou mais de 50 cervejas africanas. Nessa avaliação, a Laurentina Preta ficou em primeiro lugar, trazendo para Moçambique o Prémio de Qualidade para a melhor cerveja preta de África, uma honra da qual a Laurentina Preta se deve orgulhar.

Prémios e mais Prémios destacam a Qualidade da Laurentina Preta

Se em Março foram os African Beer Awards, em Maio ocorreu a mais recente distinção da Laurentina Preta, com a atribuição de 2 estrelas de ouro pelo International Taste & Quality Institute (iTQi), um comité composto por 120 Chefes e Sommeliers das 14 mais prestigiadas associações culinárias da Europa, distinguindo-a como cerveja de qualidade marcante.

Estas distinções juntam-se agora à medalha de ouro conquistada na edição de 2008 do Monde Selection, um instituto internacional independente, de origem belga que premeia a excelência e a qualidade de um vasto conjunto de produtos, avaliado por um painel de juris altamente especializados e exigentes.

O segredo por detrás da melhor Preta de África

Todas as cervejas produzidas pela CDM passam por um processo extremamente rigoroso e profissional de controlo de qualidade. Nas várias fases que compõe o processo de produção (da moagem do malte ao enchimento), as amostras da cerveja são levadas para laboratório e analisadas, sendo que só passam à fase seguinte se cumprirem com os padrões altamente exigentes da empresa.

Mas o segredo da Laurentina Preta não passa só pelo processo de análise de qualidade, o segredo da Laurentina Preta esconde-se nos seus atributos. O sabor rico, textura suave e macia e o aroma envolvente que a diferenciam são as características mais apreciadas, na única cerveja preta existente em Moçambique, e devem-se à própria composição e método de confecção.

A Laurentina Preta é feita a partir de quatro tipos de malte, entre eles o malte de Munique e o malte de caramelo que, complementados pelo uso de açúcar refinado de cana e extractos de óleo de lúpulo, ajudam a conferir os seus atributos únicos.

A Celebração

E porque um prémio é sinónimo de orgulho e de celebração, a Laurentina Preta convida Moçambique a festejar todos estes prémios que acaba de ganhar e que são um reconhecimento do que melhor se faz no país.

Para além da campanha de televisão e de imprensa, todas as regiões do país terão um outdoor especial a convidar todos os Moçambicanos a celebrarem este momento. E quem se juntar aos festejos da Laurentina Preta poderá receber prémios e ter a oportunidade de tirar fotografias com a taça.

Em Maputo, o início das celebrações acontece com o primeiro outdoor animado de sempre de Moçambique. A partir do dia 22 de Julho, no cruzamento da Av. 25 de Setembro com a Vladimir Lenine, vários promotores da Laurentina Preta vão animar e celebrar com todas as pessoas que por ali passarem.

SOBRE A LAURENTINA

A Laurentina é uma marca fortemente enraizada na cultura Moçambicana, associada à herança e mestria na produção de cerveja, sendo a cerveja mais premiada de sempre.

Tradição e qualidade são assim valores da marca mãe, que soube acompanhar as tendências e evoluir, abarcando conceitos como modernidade e irreverência, através da variante Preta, e sofisticação e estilo, no caso da variante Premium.

Momentos Importantes da Laurentina Preta

1932 – A fábrica Laurentina começou por ser uma fábrica de gelo, que neste ano lançou a cerveja Laurentina Clara.

1955 – Nasce a Laurentina Preta

1965 – É inaugurada a fábrica Mac Mahon em Maputo, cujo nome deu origem também ao nome da cerveja mais popular de Moçambique, a 2M.

1995 – Assinatura do acordo de privatização entre a SABMiller e o Governo de Moçambique, que conduziu ao estabelecimento da Cervejas de Moçambique SARL (CDM)

2002 – Aquisição da marca Laurentina e sua integração na CDM.

2005 – Início da exportação da Laurentina Preta para a África do Sul,

2008 – A Laurentina Preta ganha medalha de Ouro pelo Institudo de Qualidade Monde Selection, em Bruxelas.

2011 – Laurentina Preta recebe prémio Mercatus da SAB Miller por excelência no marketing

2013 – Laurentina Preta fica em primeiro lugar nos African Beer Awards com Prémio de Qualidade para e Melhor Cerveja Preta de África e recebe 2 estrelas de ouro pelo International Taste & Quality Institute (iTQi)

One comment on “Laurentina Preta: A melhor cerveja preta de África

  1. Cosme Adenguenae
    17 de Julho de 2016

    Grande prémio, muita força na qualidade.

    É a minha melhor marca de Cerveja atê o momento.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Information

This entry was posted on 29 de Julho de 2013 by in Uncategorized.

Navegação

Enter your email address to follow this blog and receive notifications of new posts by email.

Junte-se a 1.934 outros seguidores

Arquivos

Olá Moçambique

%d bloggers like this: