Olá Moçambique

ocupar o tempo com o que se passa em Moçambique

Sul-coreanos de olho na indústria

Uma delegação composta por 50 empresários da Coreia do Sul encontra-se em Moçambique, em busca de oportunidades de negócios e troca de experiências, visando o estabelecimento de parcerias com investidores locais.
A delegação é constituída por empresários de diferentes ramos de economia coreana, com maior destaque para as áreas de energia, construção civil, finanças, recursos minerais, entre outras.
Os visitantes mantiveram um encontro de negócios, terça-feira última, em Maputo, envolvendo a CTA – Confederação das Associações Económicas, CPI – Centro de Promoção de Investimentos, representantes dos ministérios de Energia, Recursos Minerais, Ciência a Tecnologia, para além de empresários nacionais, que operam em diversas áreas de actividade, com o objectivo de identificar oportunidades de negócio e fortalecer as relações bilaterais, incrementando o volume de negócios entre os dois países.
No seu discurso de abertura do encontro, Rogério Manuel, presidente da CTA, convidou os homens de negócios sul-coreanos a investir em Moçambique, argumentando que o nosso País está, cada vez mais, aberto ao investimento estrangeiro e tem sido destino de avultados volumes de investimentos, em consequência de três grandes factores, nomeadamente, "a fluidez de diálogo público-privado, as recentes descobertas e início de exploração de recursos naturais, com maior destaque para os hidrocarbonetos e minerais, bem como a sua localização geo-estratégica junto à costa do Oceano Índico, e que serve de janela para as exportações".
“Estamos esperançados de que as bolsas de contacto entre os visitantes e os empresários nacionais, aliadas às experiências coreanas, que nos serão transmitidas neste Fórum de Negócios, resultarão em grandes investimentos, capazes de catapultar a nossa economia e transformá-la numa das maiores do mundo, à semelhança da Coreia do Sul” – afirmou Rogério Manuel.
No encontro com as autoridades e agentes económicos moçambicanos, o vice-ministro da Indústria, Comércio e Energia da Coreia do Sul, Choi Kiong-Lim, afirmou que a missão empresarial do seu país se enquadra nas relações de cooperação bilateral existente, há 20 anos, e resulta também da visita que o Presidente de Moçambique, Armando Emílio Guebuza, efectuou àquele país asiático, no passado mês de Junho.
O vice-ministro coreano referiu ainda que as empresas do seu país estão a observar com grande interesse os mercados emergentes como Moçambique, e assegurou que a Coreia do Sul está disponível a estabelecer relações económicas e comerciais, em diferentes áreas, com Moçambique, com maior destaque para o sector industrial, sobre o qual o seu país possui uma vasta experiência.
Por sua vez, o director nacional de Energia, Pascoal Bacela, disse acreditar que o Fórum de Negócios poderá aumentar ainda mais o volume de projectos e investimentos coreanos no sector nacional de energia, o que constituirá uma grande mais-valia, “dada à tecnologia e experiência coreana nesta área”.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Information

This entry was posted on 10 de Julho de 2013 by in Uncategorized.

Navegação

Enter your email address to follow this blog and receive notifications of new posts by email.

Junte-se a 1.934 outros seguidores

Arquivos

Olá Moçambique

%d bloggers like this: