Olá Moçambique

ocupar o tempo com o que se passa em Moçambique

Exportações do açúcar em níveis históricos

A indústria açucareira nacional exportou em 2012, um total de 243.583 toneladas de açúcar amarelo. Por esta operação, o país arrecadou um total de 126,2 milhões de dólares norte-americanos. Comparando com o ano 2011, que a indústria exportou 198.181 toneladas, as vendas do ano passado, representam um crescimento de 23 porcento. Fonte do Centro de Promoção da Agricultura Comercial (CEPAGRI) revela que o aumento de exportações verificado em 2012, representa o volume mais alto de vendas ao exterior de açúcar realizado em Moçambique. Salienta que todo o açúcar foi exportado para o mercado da União Europeia no âmbito da Iniciativa EBA e dos APEs (Acordos de Parceria Económica), sendo que os preços praticados no velho continente foram mais atraentes em relação a 2011, apesar de ter havido oscilação, mesmo quando comparado com o mercado internacional livre. A campanha açucareira de 2012 teve início em Abril na açucareira de Marromeu e as restantes açucareiras, nomeadamente, Maragra, Mafambisse e Xinavane no mês de Maio. No geral, segundo o Cepagri, este período representa um atraso no arranque do processamento de cana, sendo que o período normal seria de Abril para todas as açucareiras.

Os dados avançados pela instituição revelam, igualmente, que, no global, a produção do açúcar registou um ligeiro aumento na campanha de 2012, em cerca de 2 por cento. Tal progresso resulta, sobretudo, dos avultados investimentos realizados pelas empresas na reabilitação e expansão de produção.

A melhoria de gestão e da eficiência que aconteceram no âmbito da reabilitação e relançamento do sector açucareiro que se concentrou, até aqui, em quatro açucareiras, nomeadamente, Marromeu, Mafambisse, Xinavane e Maragra, bem como a implementação dos programas de expansão em curso, principalmente na açucareira de Xinavane também teve o seu impacto nos resultados obtidos.

Em termos numéricos, o CEPAGRI adianta que a campanha açucareira do ano findo resultou numa produção de 3,3 milhões de toneladas de cana, 396.719 toneladas de açúcar e 130.357 toneladas de Melaço, cuja área total colhida foi de 45.917 hectares.

Esta produção, representa um aumento de 8 porcento, na área colhida, dois porcento na produção de açúcar e uma redução de um porcento e 10 porcento na produção de cana, e melaço, respectivamente em relação ao ano anterior.

Segundo os dados da instituição que temos vindo a citar, nem todas as açucareiras atingiram as suas metas previstas no PES2012 e que o aumento de produção de açúcar tem sido influenciado pelo aumento da área de produção que foi de oito porcento em relação ao ano anterior, e nas melhorias consideráveis da eficiência da produção industrial do açúcar. Este melhoramento é confirmado pela redução da quantidade de cana necessária para produzir uma tonelada de açúcar.

Segundo o CEPAGRI, a redução na produção do melaço em dez porcento na campanha 2012, pode se atribuir a boa qualidade de cana e/ou eficiência das fábricas na extracção de açúcar reduzindo-se as perdas de açúcar em forma de melaço.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Information

This entry was posted on 23 de Abril de 2013 by in Uncategorized.

Navegação

Enter your email address to follow this blog and receive notifications of new posts by email.

Junte-se a 1.934 outros seguidores

Arquivos

Olá Moçambique

%d bloggers like this: