Olá Moçambique

ocupar o tempo com o que se passa em Moçambique

“Mulheres Africanas” a Caminho de Portugal

O filme “Mulheres Africanas – A Rede Invisível” do realizador Carlos Nascimbeni e Produção da Cinevideo Produções será exibido no Ciclo de Cinema “Cine-ONU / Direitos e Desenvolvimento” no próximo dia 21 de Março pelas 18 horas no Auditório da CPLP em Lisboa. A projecção do filme será seguida de uma conversa/debate com alguns convidados e possibilidade de participação por parte do público.

Filme retrata o poder de transformação de heroínas africanas, o panorama das conquistas e as lutas das mulheres deste continente no último século. Além disso, o longa celebra as vitórias das mulheres comuns que encaram os desafios do dia-a-dia com esperança e determinação.

O Ciclo de Cinema “Cine-ONU / Direitos e Desenvolvimento” é uma iniciativa conjunta da Plataforma Portuguesa das ONGD e do Centro Regional de Informação das Nações Unidas (UNRIC) que teve início em 2012. O Ciclo de Cinema visa informar e consciencializar os portugueses para as questões relacionadas com o desenvolvimento, e tem exibições mensais, todas seguidas de um debate. As sessões são sempre abertas ao público, totalmente gratuitas.

Cinco representantes e pilares do continente

“Mulheres Africanas” mostra Graça Machel, política e ativista, esposa de Nelson Mandela; Leymah Gbowee, vencedora do Prêmio Nobel da Paz; Mama Sara Masari, empresária de grande projeção na Tanzânia, Luisa Diogo, ex-Primeira Ministra de Moçambique, e Nadine Gordiner, vencedora do Prêmio Nobel de Literatura.

“Elas são as vozes dessa obra que ratifica a influência, o poder e a importância da mulher em um continente tão diversificado e ainda pouco explorado e o privilégio de conhecer essas histórias ajuda a desvincular os estereótipos.Como por exemplo, a Leymah Gbowee, vencedora do Prêmio Nobel da Paz, como imaginar que uma mulher conseguiu a paz na Libéria? Só através da projeção de um Prêmio Nobel que é capaz de fazer com que a história ultrapasse os limites do continente” – ressalta Mônica Monteiro presidente da Cinevideo Produções.

A bravura, o comprometimento com a comunidade e o meio em que vivem são essências da maioria dessas mulheres que, do norte do Egito ao sul da África do Sul, erguem-se diante das desigualdades e injustiças. Em meio às milhares de línguas, às particularidades da religião e cultura onde vivem, elas fortalecem um coro contra os preconceitos, hasteando bandeiras não apenas em causa própria, mas em causa da África.

Carlos Nascimbeni, o diretor privilegiado por ter a oportunidade de interagir com mentes tão poderosas, conta que elas foram escolhidas por sua atuação nos países e pelo reconhecimento internacional “A rede invisível no título do filme é uma referência a uma grande teia formada por milhões de africanas que têm como missão prover a África e no documentário, destaco a atuação desta mulher comum que articula o tecido social africano e forma líderes locais sem as quais a sociedade não existiria”disse Nascimbeni.

Luisa Diogo, por exemplo, foi escolhida pela atuação na reconstrução de Moçambique; Graça Machel, por sua história na luta pela libertação, educação e envolvimento na questão do casamento de jovens meninas; Sara Masasi, da Tanzânia, por atuar no comércio e da indústria, e ter sua voz em um país muçulmano; Nadine Gordimer, prêmio Nobel de Literatura, por ser uma grande escritora que não recuou na luta contra o apartheid, e Leymah Gbowee, Prêmio Nobel da Paz, por sua luta conta o tirano Charles Taylor e liderança das mulheres da Libéria para conseguir a paz – detalha o diretor, que começou o trabalho em 2011 e levou 14 meses para concluir a obra.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Information

This entry was posted on 13 de Março de 2013 by in Uncategorized.

Navegação

Enter your email address to follow this blog and receive notifications of new posts by email.

Junte-se a 1.934 outros seguidores

Arquivos

Olá Moçambique

%d bloggers like this: