Olá Moçambique

ocupar o tempo com o que se passa em Moçambique

Reunião Extraordinária da SADC em Maputo

A capital moçambicana, Maputo, vai acolher esta sexta-feira, uma cimeira extraordinária dos Chefes de Estado e de Governo da Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral (SADC).

Segundo um comunicado da Presidência da República recebido pela AIM, a cimeira foi convocada pelo estadista moçambicano, Armando Guebuza, que actualmente é Presidente em Exercício da organização regional, para analisar os últimos desenvolvimentos políticos na República Democrática do Congo (RDCongo).

Durante a cimeira da SADC sobre a paz e segurança realizada no início de Dezembro do ano passado, em Dar-Es-Salam, decidiu-se providenciar cerca de quatro mil militares para integrarem a Força Internacional Neutra (FIN) que vai operar no leste do Congo contra as acções dos rebeldes do M23.

Até agora, três mil militares fazem parte da força da SADC em estado de alerta, activada por decisão da cimeira extraordinária da SADC que farão parte da FIN. A Tanzânia prometeu cerca de 800 efectivos.

A manutenção de uma força neutra vai custar a região da SADC cerca de 100 milhões de dólares norte-americanos.

Na mesma reunião, a SADC concluiu que a força das Nações Unidas, a MONUSCO, que se encontra naquela região, não tem estado a lidar com o problema, razão pela qual a cimeira exortou esta organização mundial a alterar o mandato da sua força, por forma a conferir-lhe poderes de reacção armada directa em caso de ataques.

Por outro lado, a cimeira reafirmou a indivisibilidade e o respeito da soberania e da integridade territorial da RDCongo e manifestou a sua profunda preocupação em relação a deterioração da situação de segurança e humanitária no leste do país.

A SADC condenou igualmente o grupo M23 e os seus ataques contra as populações civis, as forças de manutenção da paz da ONU e as agências humanitárias, entre outros males.

Em Janeiro último, na Cimeira da Troika do órgão para Política, Defesa e Segurança da SADC realizada igualmente na Tanzânia, foram enaltecidas as contribuições da Africa do Sul, Namíbia, Malawi e Tanzânia para o desdobramento da Força Neutra de Intervenção.

A Troika manifestou o desejo de trabalhar em conjunto com as Nações Unidas na preparação da força conjunta, particularmente no apoio logístico e financeiro, bem como a necessidade trabalhar com a Conferência dos Grandes Lagos neste processo da restauração da normalidade da situação política da RDCongo.

Para tomar parte na reunião de alto nível, está prevista a chegada a Maputo do Presidente tanzaniano e Presidente da Troika do Órgão da SADC para a Cooperação nas áreas de Política, Defesa e Segurança, Jakaya Kikweti, e o Presidente da RDCongo, Joseph Kabila.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Information

This entry was posted on 8 de Fevereiro de 2013 by in Uncategorized.

Navegação

Enter your email address to follow this blog and receive notifications of new posts by email.

Junte-se a 1.934 outros seguidores

Arquivos

Olá Moçambique

%d bloggers like this: