Olá Moçambique

ocupar o tempo com o que se passa em Moçambique

Vice-Ministra da Educação, no encontro da AIESEC: “Jovens devem ser empreendedores e não ociosos”

Um dos desafios que os estudantes e graduados do ensino superior têm que encarar é o de serem empreendedores e continuamente inovadores, ao invés de ociosamente esperarem que alguém resolva os seus problemas e/ou as suas preocupações, segundo referiu, a vice-ministra da Educação, no decurso do encontro da AIESEC-Associação Internacional de Estudantes em Ciências Económicas e Empresariais com os seus parceiros, ocorrido esta quarta-feira, em Maputo.
Na ocasião, Leda Hugo apelou à continuação da procura e exploração de mais oportunidades para promover nos jovens moçambicanos em geral, nos estudantes e graduados do ensino superior, em particular, o empreendedorismo e a liderança comprometida com o sonho de todos os moçambicanos da criação de um Moçambique próspero, inclusivo, assente numa sociedade de conhecimento e numa economia robusta e globalmente competitiva”.
“As acções da AIESEC, na promoção e estímulo nos estudantes, do conhecimento e do auto-conhecimento, da eficiência e da habilidade de vivenciar Moçambique real mas pensar globalmente, com respeito e tolerância pelas particularidades dos outros povos e as respectivas culturas, constitui uma grande valia, perante as acções do nosso País no combate à pobreza”, realçou aquela governante.
No encontro, organizado pela maior organização internacional de estudantes universitários, António Coutinho, administrador delegado do Standard Bank, um dos principais parceiros da associação, disse que o Banco “acredita no projecto da AIESEC, que tem como objectivo estimular o potencial de liderança nos jovens, através de estágios internacionais e criação de ambientes globais de aprendizagem para que estes possam ter um impacto positivo na sociedade”.
Ao abrigo da parceria entre o Standard Bank e a AIESEC – conforme indicou António Coutinho – esta instituição bancária tem a possibilidade de receber jovens de universidades nacionais e internacionais para estágios no Banco, o que representa uma oportunidade para os mesmos entrarem no mundo profissional e para o Banco colher experiências inovadoras nacionais e internacionais.
Do relatório de actividades desenvolvidas pela organização entre Junho de 2011 a Julho de 2012, apresentado pelo presidente da AIESEC Moçambique, Francisco Maibaze, consta a realização das seguintes actividades: Congresso Africano de Jovens Líderes, partida de 15 jovens moçambicanos para estágios internacionais na Noruega, Brasil, Portugal, Tanzânia e Botswana, a participação de sete moçambicanos em conferências internacionais no México, Quénia e Hungria, a realização da Feira Global, Get Ready, Africa Youth to Business Forum e o Projecto Juventude Milénio.
Relativamente às acções da organização universitária para o mandato que compreende Junho de 2012 a Julho de 2013, destaca-se a realização da Feira Global, para aproximar o meio corporativo aos estudantes universitários, o Leadership Challenge, torneio destinado a desenvolver as competências de liderança de 30 estudantes, que representam os melhores talentos das maiores faculdades de Moçambique e ainda o Youth2Business Forum.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Information

This entry was posted on 5 de Setembro de 2012 by in educação.

Navegação

Enter your email address to follow this blog and receive notifications of new posts by email.

Junte-se a 1.934 outros seguidores

Arquivos

Olá Moçambique

%d bloggers like this: