Olá Moçambique

ocupar o tempo com o que se passa em Moçambique

FACIM inaugurada pelo PR

O Presidente da República, Armando Guebuza dirigiu ontem a cerimónia de abertura da 48ª Feira Internacional de Maputo (FACIM) evento a decorrer, pelo segundo ano consecutivo, em Ricatlha no distrito de Marracuene.
A FACIM é a maior feira empresarial em Moçambique e das mais importantes da região constituindo, por isso, o melhor momento para o intercâmbio comercial entre expositores nacionais e de outros pontos do mundo.
Dezanove países entre os quais, África do Sul, Alemanha, Brasil, China, Egipto, Emiratos Árabes Unidos, Espanha, Indonésia, Itália, Macau, Malawi, Namíbia, Polónia, Portugal, Qatar, Quénia, Suazilândia, Turquia e Zâmbia fazem-se presentes no evento.
No total são mais de 1100 empresas nacionais e 700 estrangeiras que até ao próximo dia 2 de Setembro procurarão fazer negócios num evento que, este ano, decorre sob o lema “expandindo o horizonte dos seus negócios, optimizando as sinergias”.
Dados avançados pelo Instituto para a Promoção de Exportações (IPEX) organizadora da exposição, indicam que dada a forte procura dos stands, mais de uma centena de empresas continua na lista de espera a aguardar uma eventual desistência de última hora.
Enquanto isso, como habitualmente acontece, até ontem, muitos dos expositores continuavam ocupados pela decoração dos stands enquanto outros traziam os produtos que seriam expostos.
A organização garante, no entanto, que tudo está a postos para a realização do evento que este ano, terá o condão de receber três missões empresariais de Portugal, Kwazulu Natal e Argentina, respectivamente, bem como a realização de seminários sobre vários temas, programas culturais e infantis.
Entretanto, a Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP) fez saber que à semelhança da edição do ano passado, este ano, o interesse das empresas portuguesas pelo mercado moçambicano ultrapassou a capacidade de acolhimento do Pavilhão Luso, tendo algumas delas optado por expor autonomamente noutros pavilhões
da FACIM. Estima-se que, em termos globais, a participação de empresas portuguesas ou de empresas moçambicanas com capitais portugueses ultrapasse as 140 companhias, participação bastante superior à dos anos anteriores, com uma mostra do que há de melhor na oferta empresarial daquele país.
Para assegurar a tranquilidade da movimentação de pessoas para a feira, a organização do evento obteve garantias de transporte de passageiros da FEMATRO – Federação Moçambicana dos Transportadores Rodoviários que deverá reforçar a capacidade da transportadora pública TPM.
O recinto comporta ainda dois parques de estacionamento de viaturas sendo um do lado norte com capacidade para 650 viaturas e outro no sul que acabou sendo adaptado para acomodar o centro policial e o posto médico bem assim um armazém. Estas adaptações fizeram com que o segundo parque reduzisse a capacidade para 400 viaturas.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Information

This entry was posted on 28 de Agosto de 2012 by in Uncategorized.

Navegação

Enter your email address to follow this blog and receive notifications of new posts by email.

Junte-se a 1.934 outros seguidores

Arquivos

Olá Moçambique

%d bloggers like this: